Prof.° Elisonaldo Câmara

Minha foto
Mossoró/Guamaré / Pedro Avelino, Rio Grande do Norte, Brazil
Graduado em História pela UERN, Especialista em Geo-História, professor do município de Guamaré e do Estado do Rio Grande do Norte.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Atividade: Filme, O menino do pijama listrado.



TRABALHO AVALIATIVO DE HISTÓRIA
ALUNO (A): ________________________________________________ Nº __
SÉRIE: 9º Ano TURMA: _____ PROFº Elisonaldo Câmara
ASSUNTO: O MENINO DE  PIJAMA LISTRADA.

1. Sinopse: Alemanha, Segunda Guerra Mundial. O menino Bruno , de 8 anos, é filho de um oficial nazista  que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe  para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel , um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.2. Contexto Histórico: Desde 1933, quando Hitler ascendeu ao poder na Alemanha, acumulando os cargos de primeiro-ministro e presidente, o destino dos judeus parecia selado. Essa Perseguição durou até o final da Guerra em 1945. 3. Objetivos: Identificar e caracterizar o nazismo e suas práticas segregacionistas. Demonstrar os conflitos e as formas de resistência e a amizade inocente sobrevivendo num ambiente de guerra e violência. 4. Conteúdo: Nazismo e Segunda Guerra Mundial

1)        “o menino acompanha de longe as atividades do pai, um destacado militar do exército de Hitler. Sua mãe acompanha com pouco entusiasmo as atividades do marido, diferentemente da irmã do menino, Gretel”. Após este trecho, explique qual o comportamento frente ao nazismo da mãe e do pai de Bruno.

2)        “Muito entediado e movido pela curiosidade, Bruno ignora as insistentes recomendações da mãe de não explorar o jardim dos fundos e segue para a fazenda que ele viu a certa distância.” O que ele descobre lá? O que eram na verdade, essas fazendas?

3)             Que ideias Bruno recebem sobre os judeus? Você concorda com essas ideias? Explique-as.

4). ”O menino do pijama listrado’ é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.” Em sua opinião quais foram os motivos que levaram ao final apresentado no filme?

5).  “ Este é um filme que serve para um bom debate com os filhos. Podemos fazer algumas comparações sobre liberdade, fraternidade, prejuízos de uma guerra ao ser humano. conversar sobre as dificuldades deles e as facilidades nossas - o valor que damos as coisas atualmente. Sempre é uma boa maneira de suscitar diálogo entre pais e filhos. “ Na sua opinião como era o relacionamento de Bruno e seu pai? Se pensarmos hoje na atualidade seria a mesma coisa? Justifique.

6) Em determinado momento do filme o jovem Bruno fala com Shmuel: 
“(...) nós não podemos ser amigos, nós temos que ser inimigos...”  A partir dessa frase percebemos: 
A)      Que Shmuel fez algo que desagradou Bruno. B) Que Bruno está indeciso sobre a situação dos judeus. C) Que o pai de bruno convenceu-o da maldade dos judeus. D) A falta de fidelidade dos judeus para com seus amigos.
7)A mãe de Bruno descobre o que estava acontecendo com os judeus de Auschwitz quando: 
A) seu filho desaparece e a criança judia afirma tê-lo visto entrando no campo de concentração junto aos outros judeus. B) um soldado alemão afirma que o cheiro proveniente das chaminés era tão fétido quanto o cheiro dos judeus vivos. C) seu marido afirma que a solução final era a única saída encontrado pelo Reich para que o país pudesse atingir o desenvolvimento. D) o professor de Bruno afirma que o campo de Auschwitz era a saída milagrosa dos alemães para se livrarem do mal judeu.
8)A história de Bruno e Shmuel nos transporta 
A) à condição da juventude hitlerista, simbolizada por Bruno, que mesmo desconhecendo os atalhos da vida adulta já usa os recursos da maturidade para atingir seus objetivos. B) a perspectiva de crianças que, assim como os adultos, aprendem a usar a razão como forma de se beneficiar em uma sociedade altamente complexa. C) a inocência da infância que supera a todos os preconceitos que o adulto cria e as limitações que a sociedade nos impõe. D) a atuação de adultos que usam as crianças com o intuito de garantir no futuro uma sociedade mais justa e igualitária.
9) Leia:   “Como suas mãos ficaram assim? perguntou Bruno. Não, sei”, disse Shmuel. Antigamente ela era mais parecida com a sua, mas eu não percebi a mudança. Todos do meu lado da cerca são assim agora. Bruno franziu a testa. Pensou a respeito de todas aquelas pessoas de pijama listrado e imaginou o que estaria acontecendo em Haja-Vista e, o que quer que fosse, devia ser uma má ideia, uma vez que fazia as pessoas ficarem com um aspecto tão debilitado. Nada daquilo fazia sentido para ele.” Acerca do protagonista do filme, o menino Bruno, é possível AFIRMAR que ele
A) compreende que a situação das pessoas de pijama listrado era o resultado das funções que seu pai exercia no campo de Auschwitz. B)  evitava tocar em assuntos de natureza política por discordar dos rumos que os governantes nazistas davam à situação dos judeus. C) toma consciência da triste situação de Shmuel e intervêm junto a seu pai para que o mesmo possa ajudá-lo do outro lado da cerca.    D) através de sua ingenuidade não é capaz de perceber o quanto a vida de Shmuel está atrelada ao trabalho de seu pai.
10)  Sobre o filme O Menino do Pijama Listrado marque a opção CORRETA: 
A) A rebeldia da irmã de Bruno começou a afetar as relações da família que não aceitava sua oposição ao regime nazista. B) O descascador de batatas judeu era relojoeiro antes de ser enviado ao campo de Auschwitz e era constantemente punido por suas tentativas de fuga. C) O professor de Bruno passou dos limites ao ensinar uma ideologia contrária ao nazismo para o filho do Cel. Ralf. D) Procurar o pai de Shmuel era uma forma de Bruno compensar sua omissão quando seu amigo foi punido pelo soldado nazista.  

‘’A perda de um inimigo não compensa a de um amigo’’. Abraham Lincoln

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Boa noite! Quais são as resposta, preciso delas urgentes. Obrigada!

      Excluir
  2. Boa noite! Quais são as resposta, preciso delas urgentes. Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite! Quais são as resposta, preciso delas urgentes. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite! Quais são as resposta, preciso delas urgentes. Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde!
    Preciso das respostas desse questionário.

    ResponderExcluir

Envie suas dúvidas para o professor Elisonaldo

Nome

E-mail *

Mensagem *